Programa de Aprendizagem

Programa de Aprendizagem

 

O que é

A SOBERP, de acordo com a Lei 10097 de 19/12/2000, implantou em 2002 o Programa de Aprendizagem “Clubinho” para capacitar e inserir o adolescente no mercado de trabalho, garantindo-lhe o direito à profissionalização e à proteção no trabalho.

A SOBERP prioriza a formação profissional para qualificar e aperfeiçoar os jovens visando à construção da sua autonomia e cidadania.

 

 A Lei

A Lei da Aprendizagem – 10.097/2000 determina que as empresas de médio e grande porte têm a obrigatoriedade de contratar aprendizes com idade entre 14 a 24 anos. De acordo com a legislação vigente, a cota de aprendizes está fixada entre 5% e 15% por estabelecimento e é calculada sobre o total de empregados cujas funções demandam formação profissional.

O contrato tem duração de dois anos e, durante esse período, o jovem é capacitado na instituição formadora (aulas teóricas) e na empresa (formação prática).

 

Cursos

Atualmente, a SOBERP oferece:

  • Curso Aprendiz Bancário – Adolescente (Arco);
  • Curso Serviços Administrativos (Arco);
  • Repositor de Mercadorias (CBO).

 

 Metodologia

A grade curricular do Programa é elaborada pela Entidade respeitando as diretrizes estabelecidas na Portaria 723/2012 do Ministério do Trabalho, integrando a formação prática e teórica e objetivando o desenvolvimento pessoal, social e profissional.

O Programa divide-se em dois módulos: um básico, que é comum a todas as formações, e um específico, voltado para a área de atuação do jovem na empresa. A aprendizagem teórica é desenvolvida por:

  • Aulas com atividades individuais e coletivas;
  • Trabalhos de dinâmicas em grupo;
  • Atividades com jogos;
  • Leitura e interpretação de textos;
  • Debates e dramatização;
  • Rodas de conversa;
  • Ciclos de palestras;
  • Reflexão crítica e revisão das atividades com os participantes.

 

Acompanhamento e Avaliação

Durante o Programa, o desempenho dos adolescentes será avaliado a partir dos objetivos propostos, de forma constante para que os mesmos sejam atingidos.

Avaliação Objetiva: exercícios e/ou questões já explicadas em sala de aula. Avalia o quanto o adolescente aprendeu sobre os dados singulares e específicos do conteúdo.

Observação: análise do desempenho em fatos do conteúdo em situações planejadas. Percebe-se como o adolescente se desenvolve, analisando os passos desse processo.

Na empresa, onde o aprendiz é contratado, são feitos contatos periódicos com objetivo de avaliar o desempenho e de manter a permanência do jovem no mercado de trabalho.

As famílias e os Aprendizes são acompanhados pelo Serviço Social, através de encontros individuais, reuniões e visitas domiciliares.

 

Certificação

A Entidade concede Certificado de Conclusão do Curso Teórico, contendo conteúdo e carga horária. O adolescente deverá ter 80% de frequência para concessão do certificado.

“Seja nosso parceiro, abra as portas da sua empresa para o futuro destes jovens”.